ÚLTIMAS

"Alma e Coração" é a nova novela da SIC (c/ trailer)

"Alma e Coração" é a grande aposta da SIC na ficção para a sua rentrée. Cláudia Vieira e Soraia Chaves são as protagonistas desta história, que promete abordar alguns temas controversos.


A ficção continua a ser uma aposta forte da SIC para a sua grelha e assim, com "Paixão" na sua recta final, a estação prepara-se para estrear "Alma e Coração", que conta com Cláudia Vieira e Soraia Chaves nos papéis principais.

Esta trama escrita por Pedro Lopes, autor de outros sucessos da estação como "Laços de Sangue" e "Dancin' Days", conta a história de Diana, Júlia e Vitória. Três mulheres que estão ligadas entre si mais do que imaginam.

Benedita, quando desapareceu, tornou-se numa "nova" pessoa, Diana,  que se refugiou num circo itinerante. O carácter nómada circense ajudou-a a fugir do Porto e a manter o anonimato essencial à sua "nova" vida. No circo ninguém lhe fez grandes perguntas. De Portugal viajou para outros países, tendo corrido praticamente todo o mundo.

Diana está a tentar regressar ao seu país de origem, mais concretamente a Lisboa, onde arranja trabalho numa escola de artes circenses. Segura de que conseguiu fugir ao passado, Diana não imagina que está muito perto de o reencontrar.

Júlia é uma mulher que há vinte anos foi internada num hospital no Porto para fazer um transplante cardíaco devido a uma degeneração mixomatosa. Na operação, Júlia recebe o coração de Albano, o avô de Diana. Júlia sempre foi uma mulher bondosa, mas desde a operação o seu feitio parece ter-se alterado. A mulher doce e positiva deu lugar a uma pessoa cada vez mais amarga. A sua única preocupação aparenta ser a filha que adoptou ilegalmente, e que pensa ser sua filha biológica.

Na recuperação que fez no hospital, Júlia cruzou-se com um bebé que havia sido abandonado e que se encontra num lar de acolhimento, e devido a um apelo que não consegue explicar consegue ficar com aquela criança. Esse bebé recém-nascido é Vitória, a filha de André e Diana. Vitória cresce e torna-se uma miúda de sorriso aberto, mas de alma negra. Júlia criou-a à sua imagem, sem grandes escrúpulos nem dilemas morais. Júlia conseguiu tornar Vitória naquilo que Albano queria transformar Diana.

É com este mote que tudo começa em "Alma e Coração". Uma novela sobre a luta do bem contra o mal, num mundo realista, mas que não dispensa o fantástico. Uma história sobre a impossibilidade de fugir de quem somos e do nosso passado. Uma novela sobre a necessidade que temos de amar e ser amados. Mas também sobre o lado mais negro da natureza humana, o instinto de autopreservação e o que conscientemente somos capazes de fazer uns aos outros por vingança.

Além de Cláudia Vieira e Soraia Chaves, do elenco desta produção fazem parte Afonso Pimentel, Dânia Neto, Ricardo Pereira, Alexandre Sousa, Cristóvão Campos, Victória Guerra, Rita Lello, Sandra Barata Belo, Carlo Porto, Manuel Cavaco, Margarida Carpinteiro, José Fidalgo, Renato Godinho, Manuela Couto, Mariana Pacheco, Cristina Homem de Mello, Miguel Damião, Mafalda Vilhena, Adriano Carvalho, entre outros.

Entre Itália, o Porto, Lisboa e a Cova da Moura  Televisão, "Alma e Coração" é uma das grandes apostas da SIC para a sua rentrée, estreando esta segunda-feira, 17 de Setembro, logo após o "Jornal da Noite".

Sem comentários